sexta-feira, 19 de abril de 2013

LIQUIDIFICAR


               Depois de uns dias me arrastando para não cair ainda mais, resolvi acreditar no que deveria já esta planejado, tomei meu banho duas horas antes, me arrumei e sai, ainda faltava uns 40 minutos e eu já estava ali preparado ensaiando o que falar e crente que de alguma forma as coisas se resolveriam. Bingo! Acertei mais uma vez depois de falar tudo que eu não ensaiei e ouvir você saindo completamente do meu roteiro, eu fiquei aliviado, isso mesmo; de certa forma aliviado. 
                  Depois de te ouvir pacientemente mudei de ideia... E zapeando pela internê eis que me deparo com uma carta escrita a mão pra mim, exatamente e exclusivamente para mim _e olha que a autora nem me conhece. Mas era tudo que eu precisava ler, então resolvi me "Liquidificar" ficar em silencio te arrancar com as próprias mãos, pois no final das contas nunca faltou amor, ao menos não da minha parte, e o meu erro vulgar já não me persegue a noite inteira. Consigo ficar no silencio medonho da noite sem ouvir seus suspiros, já não me importo com o que virá, alias minto, me importo sim e espero de coração que você não esteja incluída, pois descobri da pior forma que alguém tinha mesmo razão, o que não te destrói te fortalece.