terça-feira, 28 de outubro de 2008

Devia ter:

               
               Depois da ultima noite de chuva, chorando e esperando amanhecer... as coisas aconteciam sem nenhuma explicação... descobri que vacilei, deixei o tempo escorrer por entre os dedos e agora me resta sem nenhuma esperança lhe pedir Desculpas. Sim Desculpas por um zilhão de erros que cometi, agora eu sei. Um pouco tarde, mas sei, que eu devia sim ter apagado alguns recados e nem deixado outros, devia ter te escutado, devia ter te levado comigo quando você implorava pra ir. Eu não devia ter deixado pra amanhã, ou pra de tarde, eu devia ter te amado mais, te carregado no colo, devia ter entendido melhor seu olhar, amparado os seus choros, devia ter te deixado dormir ou não cochilar enquanto você só me olhava. Devia ter feito tudo que eu não fiz e que agora e inútil reclamar ou tentar descontar em mim mesmo. Lição mais que perfeita, texto que não se apaga. Algo realmente pra vida toda, sem final feliz, ainda, me mata saber que você anda distraída em outros braços me mata saber que você anda olhando fundo em outros olhos, beijando outras bocas. É terrível imaginar que você não dá mais gargalhadas das minhas bobagens impensadas ou que nem pensa em nós, mas faz sentido aliás; também morre quem atira! Eu simplesmente desisti, me enganei por um tempo, mas agora já passou e vai continuar passando e eu simplesmente vou ficar com meus casos inacabados e minha vida de cão ao dia, respirando e andando. E a noite: chorando e esperando Amanhecer.